Cromo e a intolerância à glicose

O Cromo é um mineral essencial ao ser humano que se encontra amplamente distribuído na natureza. Nos alimentos é obsevado em carne vermelha, levedura de cerveja, ostras, nozes, batatas, trigo e pimenta preta. Importante ressaltar que o conteúdo desse elemento nos alimentos se altera conforme o processamento. O arroz branco contém 75% menor quantidade de Cromo quando comparado arroz integral; a farinha branca contém somente 13% do Cromo presente no trigo.
Desde 1950 relata-se que esse mineral é importante no controle da glicemia, principalmente porque se associa à produção de insulina, hormônio importante para o metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídeos. Esse elemento, incorporado ao FTG (fator de tolerância à glicose), combinado ao ácido nicotínico e aos aminoácidos glicina, ácido glutâmico e cisteína, aumenta a capacidade das células captarem nutrientes, especialmente glicose para geração de energia. Em caso de deficiência em Cromo, há o aumento das concentrações plasmáticas da insulina que se relaciona ao aparecimento de lesões arteriais, aumento da concentração de gordura abdominal e consequentemente risco de doença cardiovascular.
A alimentação moderna, rica em carboidratos refinados, traz prejuízos ao pâncreas e ao estoque de Cromo fisiológico. Os carboidratos refinados requerem maior quantidade desse mineral para serem metabolizados, entretanto, os alimentos ricos nesses açúcares não são boas fontes nutricionais desse. Como consequência justifica-se o aumento da prevalência de intolerância à glicose e diabetes mellitus tipo 2.
Pacientes com deficiência em Cromo podem apresentar:
- Intolerância à glicose
- Taxas elevadas de insulina circulante
- Aumento da formação de placas de ateroma
- Incremento da circunferência abdominal
- Risco aumentado de doenças cardiovasculares
- Menor longevidade
A suplementação de Cromo parece ser útil na prevenção ou tratamento das disfunções relatadas. A forma de picolinato de Cromo parece ser a mais indicada para controle glicêmico. Além disso, esse suplemento dietético que pode ser útil em inibir o apetite e vontades de comer doces.
Se utilizado conjuntamente com exercícios físicos e como a parte de uma dieta equilibrada, os resultados podem ser proeminentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário