Batata Yacon: "a batata diet"




Os agricultores orientais radicados no Brasil adisponibilizaram no mercado um novo tipo de raiz, que despertou a atenção dos usuários de produtos naturais: a Batata Yacon.


Seu nome científico é Polymnia sonchifolia. Originária de regiões de grandes altitudes e frias, como é o caso dos Andes (Colômbia, Equador, Peru, norte da Argentina), começou a ser cultivada no Brasil no interior paulista, e hoje já podemos dispordela em climas considerados adversos.

O principal benefício para a saúde, é o fato de que o açúcar nela produzido, denominado "oligofrutose", não é absorvido pelo corpo. Isso significa que a Yacon contém poucas calorias e seu açúcar natural não eleva os níveis de glicose no sangue, sendo, portanto, indicada para os diabéticos. Devido a essa propriedade, ela recebeu o apelido de "batata dos diabéticos" ou "batata diet". É indicada também para reduzir colesterol LDL, facilitar o emagrecimento (dimuindo sensação de fome) e auxiliar na prisão de ventre.

A Batata Yacon apresenta um sabor adocicado semelhante ao da pêra ou melão e deve ser consumida na forma crua, cortada em cubos ou fatiada, pois possui textura crocante.


A explicação técnico-científica sobre a Yacon é a seguinte: Seu gosto adocicado é devido ao conteúdo de inulina. Após ser ingerida, a inulina alcança o colón, onde é fermentada pela microflora. Esta fermentação gera gases e ácidos graxos voláteis, que são utilizados pelas células. Seus resíduos, são então, excretados através da biomassa bacteriana. Como não aumenta a glicemia no sangue, a mesma pode ser uma alternativa para indivíduos com diabetes. Por também ser considerada fibra solúvel, a inulina reduz a liberação de glicose após as refeições e pode, ainda, diminuir a concentração de ácidos graxos e colesterol no sangue.



Nenhum comentário:

Postar um comentário