Pressão Arterial







A jornalista do site Bolsa de Mulher,  enviou o link com o resultado de uma matéria sobre Pressão Arterial, da qual participei.




1) O que é pressão e como ela é prejudicada através da alimentação?

A pressão arterial é a força que o sangue faz contra as paredes das artérias à medida que é bombeado pelo coração para manter o sangue circulando no organismo.
Além de possíveis causas genéticas ou hereditárias, raros casos de doença renal ou problemas hormonais, a pressão arterial pode ser prejudicada pelo sedentarismo, consumo de álcool, fumo, estresse e principalmente por dietas alimentares inadequadas, causando a hipertensão arterial.


A Hipertensão ocorre quando suas artérias ficam apertadas e dificultam a passagem do sangue, o coração precisa exercer uma pressão maior para bombeá-lo. É considerada quando essa pressão fica acima de 140x90 mmHg (milímetros de mercúrio) em adultos com mais de 18 anos, medida em repouso de quinze minutos e confirmada em três vezes consecutivas.
As complicações da hipertensão atingem mais freqüentemente o coração, cérebro, rins, olhos e artérias periféricas. Assim todos os cuidados deverão ser baseados em relação a complicações nestes órgãos.


A Hipotensão (pressão baixa) é a pressão arterial baixa o suficiente para produzir sintomas (tontura, enjôo, escurecimento da visão, sensação de fraqueza e desmaio), geralmente inferior a 105/60 mmHg. Ela é comum entre as pessoas saudáveis mas também pode ser o sintoma de alguma outra doença. Ela ocorre principalmente devido ao calor (as artérias tendem a ficar dilatadas e, por isso, o sangue tem mais espaço para circular exercendo menos pressão nas paredes dos vasos); mudança brusca de posição; desidratação (diminui o volume do sangue); acidentes circulatórios.

2) Que medidas devem ser tomadas pelo paciente?
O melhor é prevenir a hipertensão adotando um estilo de vida saudável. É importante, também, fazer medidas periódicas de pressão após os 40 anos de idade, pois os sintomas na fase inicial podem passar despercebidos.
Após o diagnóstico estabelecido, é importante consultar o médico e o nutricionista para o acompanhamento dietético, medicamentoso e prevenção das complicações tardias da moléstia.
Em casos de hipotensão o melhor é ir a um lugar arejado, sentar-se e colocar a cabeça entre as pernas, ou deitar-se com as pernas levantadas. Os sintomas são inespecíficos e se se mantiverem, é recomendado procurar um médico para descartar outras doenças.

3) Alguns alimentos podem contribuir para melhoria ou agravamento do quadro? Dieta balanceada pode ser um caminho?

Com certeza cuidados com a alimentação podem contribuir para o tratamento da hipertensão.
Algumas mudanças importantes:
· Reduzir o peso corporal através de dieta calórica controlada

· Reduzir o sal de cozinha, embutidos, enlatados, conservas, bacalhau, charque e queijos salgados; ingestão de sal não deve ultrapassar 5 gramas por dia ( cerca de 2 colheres de café cheias );

· Reduzir o consumo de álcool;

· Exercitar-se regularmente 30-45 minutos, de três a cinco vezes por semana;

· Parar de fumar;

· Controlar as alterações das gorduras sangüíneas (dislipidemias), evitando os alimentos que aumentam os triglicerídeos como os açúcares, mel, melado, rapadura, álcool e os ricos em colesterol ou gorduras saturadas: banha, torresmo, leite integral, manteiga, creme de leite, lingüiça, salame, presunto, frituras, frutos do mar, miúdos, pele de frango, dobradinha, mocotó, gema de ovo, carne gorda, azeite de dendê, castanha, amendoins, chocolate e sorvetes;

· Controlar o estresse

· Evitar drogas que elevam a pressão arterial: anticoncepcionais, antiinflamatórios, moderadores de apetite, descongestionantes nasais, antidepressivos, corticóides, derivados da ergotamina, estimulantes (anfetaminas), cafeína, cocaína e outros.

· Também é recomendável que toda pessoa com mais de 40 anos faça medidas periódicas de pressão – sobretudo quem tem histórico de pressão alta na família – sempre sob orientação médica.



4) Quais são os melhores alimentos para quem possui pressão baixa? E os piores?5) E para quem tem pressão alta?
Pressão Alta:
Melhores: Óleos vegetais, frutas, vegetais, lacticínios magros, grãos integrais, peixe, frango e nozes.
Piores: sal de cozinha, embutidos, enlatados, conservas, bacalhau, charque e queijos salgados gorduras saturadas, álcool, alimentos refinados, açúcares e refrigerantes.

Pressão baixa:
A hipotensão normalmente não está relacionada à alimentação, mas uma boa hidratação (aumentar ingestão de água e diminuir ingestão de bebidas alcoólicas) pode evitar uma possível hipotensão vinda pela desidratação. Outra maneira de evitar hipotensão causada por hipoglicemia, é não ficar longos períodos em jejum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário